Página do autor Carl Gustav JungCarl Gustav Jung

Foto do autor Carl Gustav Jung

Sexo: Masculino




Biografia do autor

Ainda não há biografia para o autor.

Comentários para o autor

  • Ainda não há comentários!

Escreva o seu Comentário

Faça login ou crie uma conta para comentar esse autor.

Você também pode comentar anonimamente abaixo:

Atenção: Mensagens anônimas ficarão na fila para aprovação e podem demorar para serem publicadas. Por favor, considere criar uma conta e fazer login. É rápido, grátis e não fazemos spam.















7 frases do autor na sorte

  1. Uns sapatos que ficam bem numa pessoa são pequenos para uma outra; não existe uma receita para a vida que sirva para todos.
    Carl Gustav Jung
  2. Há coisas que ainda não são verdadeiras; que talvez não tenham o direito de ser verdadeiras, mas que o poderão ser amanhã.
    Carl Gustav Jung
  3. Quem olha para fora, sonha. Quem olha para dentro, acorda.
    Carl Gustav Jung
  4. Todos os efeitos são recíprocos e nenhum elemento age sobre outro sem que ele próprio seja modificado.
    Carl Gustav Jung
  5. A Psicologia moderna tem em comum com a Física moderna o fato de que seu método goza de maior significação intelectual do que seu objeto. Isto é, seu objeto, a psique, é tão profundamente variado em seus aspectos, tão indefinido e ilimitado, que as definições dadas a seu respeito são forçosamente difíceis e até mesmo impossíveis de interpretar, ao passo que as definições estabelecidas pelo modo de observação e pelo método que deriva dele, são (ou pelo menos deveriam ser) grandezas conhecidas.
    Carl Gustav Jung
  6. Embora o conceito de Deus seja, assim, um princípio espiritual por excelência, contudo, a necessidade metafísica coletiva quer que ele seja ao mesmo tempo uma concepção da primeira causa criadora, da qual procedem todas aquelas forças instintivas que se opõem ao princípio espiritual. Deus seria, assim, não só a essência da luz espiritual que aparece como a flor mais recente da evolução, não só a meta espiritual da redenção na qual culmina toda a criação, não só o fim e o alvo derradeiro, mas também a causa mais obscura e íntima das trevas da natureza.
    Carl Gustav Jung
  7. Que eu faça um mendigo sentar-se à minha mesa, que eu perdoe aquele que me ofende e me esforce por amar, inclusive o meu inimigo, em nome de Cristo, tudo isto, naturalmente, não deixa de ser uma grande virtude. O que faço ao menor dos meus irmãos é ao próprio Cristo que faço. Mas o que acontecerá, se descubro, porventura, que o menor, o mais miserável de todos, o mais pobre dos mendigos, o mais insolente dos meus caluniadores, o meu inimigo, reside dentro de mim, sou eu mesmo, e precisa da esmola da minha bondade, e que eu mesmo sou o inimigo que é necessário amar.
    Carl Gustav Jung

+ 10 frases do autor na sorte